Astrologia

banner mapa astral 1

botao loja

O que é Astrologia?

Astrologia é um instrumento que permite observar as relações entre as posições dos planetas no céu e os acontecimentos aqui na Terra. O astrólogo utiliza o mapa astral, que considera a data, o mês, o ano, a hora e o local do nascimento de uma pessoa, ideia ou empresa, para tentar compreender a sua natureza através das posições celestiais. Podemos dizer que a Astrologia é uma linguagem e o astrólogo é um intérprete. A Astrologia se fundamenta em um paradigma que afirma que todas as coisas que existem no Universo estão inter-relacionadas. Se todas as coisas estão conectadas entre si, a posição dos planetas num determinado momento de nascimento falará sobre essa vida, revelando seu propósito, seus talentos, suas motivações.

Os tipos de mapa astral e quando pode ser feitos

Não há diferentes tipos de Mapa Natal. Há diferentes ângulos a partir dos quais é possível olhar um mesmo Mapa Natal, porque uma pessoa, como qualquer coisa ou conhecimento, pode, e deve, ser observada desde diferentes ângulos e perspectivas para poder ser compreendida na sua totalidade. Escolha o tipo de mapa que melhor atende as respostas que procura no momento e comunique sua decisão ao astrólogo no momento de pedir a consulta. Se nenhuma das opções apresentadas a seguir atende a sua procura, explique sua necessidade ao astrólogo.

Mapa Natal para Auto-Conhecimento


“Você somente pode ser, utilizar ou aproveitar, aquilo que já conhece ou entende. A Astrologia, como os espelhos retrovisores dos veículos, é uma ferramenta que nos abre a porta de uma realidade diferente, e infinitamente maior, que a que nossa limitada condição humana nos permite ver. Para quem não se conhece, há menos opções”.

Uma semente de manga traz dentro de si toda a programação genética necessária para se tornar uma linda manga. Mesmo que a gente queira fazer daquela semente uma outra fruta, nada poderemos fazer para torná-la aquilo que ela não é e que nunca poderá vir a ser. A única opção que nos cabe é reconhecer essa fruta como uma manga, e dar-lhe o apoio e os nutrientes adequados para se tornar uma manga. O ser humano é igual a essa, ou a qualquer outra, semente. No momento do nascimento já existe uma estrutura pronta dentro de nós que inclui nossa missão, nossos potenciais e nossos desafios. Se ignorarmos isso, corremos o risco de que a sociedade ou, pior ainda, nós mesmos, tentemos fazer de nós algo diferente daquilo que deveríamos ser.

Apenas boa vontade e querer têm demonstrado não serem suficientes para dar conta do Processo de Autoconhecimento, condição prévia à Experiência da Individuação. Utilizando a Astrologia é possível entrar em contato com o nosso “Dom Pessoal”, o que nos levará ao Processo de Individuação e finalmente, ao contato com Nossa Vocação, a Nossa Missão nesta vida. Individuação é tomar contato com aquilo que, dentro de nós mesmos, nos torna diferentes e únicos dentre todos os outros seres da nossa espécie. Percorrendo estes caminhos, entenderemos nossas motivações mais profundas, nossos impulsos, nossas preferências o que permite fazer escolhas profissionais, amorosas e tomar decisões mais acertadas.

Mapa de Potencial Vocacional


“Estamos aqui para realizar uma tarefa pessoal intransferível. Estamos aqui para concretizar uma obra- prima; para trazer diferença ao universo. Vocação é isso, a voz interna de nosso desejo mais fundamental e o imperioso impulso para realizar o que somos. A profissão certa é apenas uma das facetas da vocação.”

O ser humano nasce com o objetivo de realizar uma tarefa única, e para isso é dotado de talentos, competências e habilidades. Ter uma profissão baseada apenas no exercício de uma habilidade funcional garante um eventual sucesso material e/ou social, mas, em hipótese alguma garante realização pessoal. Não estamos naturalmente equipados para perceber qual é a nossa vocação, que é a única coisa que nos traz realização plena. Cabe a nós descobrir o que nos abre a porta dessa realização plena o que certamente inclui, mas não se limita ao tipo de rotina e ambiente trabalho mais adequado para a realização dos nossos potenciais. Com não pouca freqüência o trabalho de descobrir nossa verdadeira vocação pode levar uma boa parte da nossa vida, quando não a vida inteira.

Quando entramos em contato com o nosso “Dom Pessoal” é que podemos acessar a nossa vocação. O nosso Dom nos transporta para uma dimensão escondida do nosso ser, a que hospeda a voz interna do nosso desejo mais fundamental, o impulso para realizar o que somos. É nesse instante que nos é dado o supremo direito de compreender nossa vocação e perceber nosso desejo mais essencial, o desejo de realizá-la. O impulso para realizar a nossa vocação nasce da necessidade de atender ao desejo de realizá-la. É somente a partir deste ponto que poderemos ouvir e atender ao chamamento interior. Curioso, mas nem tanto, a palavra vocação deriva do termo latino vocare, que significa chamamento.

Empregabilidade hoje pressupõe que a pessoa tenha um diferencial no mercado. Esse diferencial passa por ter um perfil definido e específico. Só que quando a empresa vai ao mercado busca-lo, ela encontra várias pessoas que têm o mesmo perfil. Saber, todos sabem. Saber fazer, todos também sabem. Como se desempata?” (Simon Franco Headhunter e Consultor de RH)

O que vai marcar a diferença de um profissional é a sua capacidade de responder aos desafios profissionais baseada em sua percepção interior. Essa percepção está diretamente atrelada ao maior ou menor conhecimento que a pessoa tem de si mesma, e ao empoderamento que lhe confere a plena posse dos seus talentos, competências e habilidades naturais.

Mapa de Dinâmica Afetiva


“Amor é o alimento emocional e espiritual que nutre a nossa alma e nos permite o espaço necessário para expandir nosso ser interior na direção do universo. Este mapa permite entender as atitudes da nossa personalidade que facilitam ou inibem relacionamentos no plano afetivo, sejam eles de natureza emocional, sexual ou de ambas.”

Amar e ser amado requer muito mais que um monte de boas intenções e disposição para o amor. Nosso potencial para amar, e de sermos amados, está efetivamente ligado a fatores muito concretos e bem delineados na nossa personalidade aos quais muitas vezes não temos acesso de forma consciente.

Mesmo que as vezes não tenhamos acesso a esses fatores, eles influenciam nossas decisões em forma permanente. Este mapa é uma boa ferramenta que revela parâmetros emocionais quando se relaciona com outra, como por exemplo:

  1. O que uma pessoa está em condições de dar, e o que não consegue dar.
  2. Quanto amor uma pessoa está em condições de dar ou disposta a aceitar.
  3. Quanto uma pessoa está disposta a conceder de si mesma, e daquilo que acredita, para poder vivenciar a experiência amorosa.

Com freqüência ouço a pergunta: “o que devo fazer para ter sucesso no amor” Esta colocação nos faz esquecer a única pergunta que realmente precisa ser formulada: “o que devo fazer para ser eu mesmo”!. É apenas sendo nós mesmos, com nossa luz e nossa sombra, que poderemos amar e ser amados apenas pelo que nós somos e não pelo que fazemos ou temos, que é o perigo a que todos estamos expostos.

Mapa de Estrutura de Relacionamento 


“Ninguém ensina ninguém, ninguém aprende sozinho. Aprendemos no encontro. Por isso é da maior importância compreender porque entramos e permanecemos nos relacionamentos, já que amor, carinho e boas intenções nem sempre dão conta do recado.”

É necessário muito mais que apenas amor, carinho ou boas intenções para que um relacionamento aconteça de forma tal que consiga atender às expectativas das duas partes. A dificuldade reside no fato de que as nossas expectativas nascem de percepções inconscientes, sem conexão aparente com o processo de compreensão intelectual. Se observarmos nossos relacionamentos emocionais, que supomos baseados numa opção consciente, perceberemos que não obedecem a motivos lógicos ou racionais. Compreender porque entramos, nos mantemos e terminamos relacionamentos começa por conhecer as nossas necessidades pessoais que, deram origem a esse relacionamento.

Existem duas técnicas para analisar a estrutura dos relacionamentos desde a perspectiva da Astrologia:

  1. A Sinastria determina a influencia, positiva ou negativa, que as distintas facetas da personalidade de um ser humano tem no comportamento do seu parceiro. Relacionamentos estimulam ou limitam diferentes facetas da nossa personalidade. Para termos relacionamentos com uma melhor relação custo-beneficio, isto é, mais claros, sadios é recompensadores, é importante termos consciência da verdadeira dinâmica por trás da maneira como nos relacionamos.
  2. A técnica do Mapa Composto considera que em qualquer relacionamento existem três agentes: os dois parceiros e aqueles aspectos nossos, desconhecidos até então, que surgem em função específica de um determinado relacionamento. Esses aspectos que compõem a terceira entidade, é o que revela o mapa composto.

Mapa Natal Infantil


“A diferença essencial entre um adulto e uma criança, é que esta não conhece o assim chamado ”mundo real“ e nem sempre consegue se conduzir de forma adequada para obter o resultado que ela deseja”.

A Astrologia Infantil provê orientação aos pais sobre como gerenciar o desenvolvimento integral da criança a partir das suas necessidades e não das expectativas que criamos para elas. A Astrologia Infantil é uma ferramenta insubstituível para detectar sinais comportamentais na criança de questões com potencial para transformar-se em questões mais sérias na idade adulta, quando são de muito mais difícil correção.

Crianças nem sempre mostram de forma evidente sinais dos potenciais e limitações que irão apresentar quando adultos. A maior ajuda que a Astrologia Infantil proporciona é o aprendizado da estrutura da personalidade de uma criança, e sua aceitação plena sem juízo de valor. Somente quando se compreende verdadeiramente quem é essa criança, é que os pais poderão criá-la e conduzi-la pela vida de forma a atender as suas necessidades, e não as expectativas que eles criaram a respeito dela.

Mapa de Trânsitos


“É preciso entender nossos períodos de crise, assim como dos nossos períodos de luz e de glória, desde uma perspectiva maior. Caso contrário, corremos o risco de entender que se trata apenas de momentos de má ou de boa sorte e, dessa forma, não conseguiremos nos beneficiar da totalidade da experiência que a vida está nos propondo num determinado instante. Este trabalho é uma mapa dos desafios e circunstâncias externas que enfrentamos num determinado período”.

Vimos que nosso desempenho na vida é o resultado da nossa atitude interior, assim como também dos fatores e circunstâncias externas que a vida vai nos propor num determinado período. Trânsitos são a chave para desvendar a psicologia e a lógica, nem sempre tão lógica assim, por trás das circunstâncias externas com que a vida nos confronta. O desafio aqui é termos que gerenciar situações externas que acontecem fora do nosso controle, independente de se estamos ou não preparados para lidar com elas. É por isso que devemos trabalhar para desvendar as tendências da nossa vida. Os Trânsitos também estimulam e ativam tendências latentes nas pessoas, o que torna o Mapa de Trânsitos a ferramenta de predição mais importante da Astrologia. 

Os Trânsitos são uma ajuda de incalculável valor para tomar decisões e administrar as crises de forma mais produtiva, por isso nos permitem lidar muito melhor, e no tempo adequado, com as possíveis reações de outras pessoas às nossas atitudes.

Mapa de Revolução Solar


“Feito a cada ano, para o período entre dois aniversario, este mapa ajuda a entender o foco da nossa vida e o porque das nossas atitudes internas nesse período. A Revolução Solar sinaliza áreas da nossa vida que estarão em maior ou menor evidencia entre um aniversário e outro, e por isso, é considerada como uma das mais eficientes técnicas de predição”.

A Revolução Solar é um mapa levantado no momento em que o Sol retorna à sua exata posição natal, o que acontece todo ano próximo ao aniversário de cada pessoa. O mapa da Revolução Solar representa o padrão de energia interno que estará disponível para essa pessoa desde um aniversário até o próximo. Em outras palavras, este mapa é um guia muito feliz da forma e das atitudes mais adequadas para lidarmos com nossas questões pessoais nesse ano, independente dos fatores externos a que a vida nos irá expor.

Nosso desempenho na vida é o resultado tanto dos fatores externos aos quais estaremos expostos num determinado período (veja mapa de trânsitos a seguir), quanto da nossa atitude e padrão interior para enfrentá-los. A Revolução Solar provê claras indicações de qual é a melhor maneira de direcionar e administrar nossas energias internas para essas oportunidades e desafios que a vida vai nos propor nesse período. A Revolução Solar é o mapa da nossa atitude e padrão interior para o ano compreendido entre dois aniversários. É chamado também de “O Mapa dos Propósitos do Ano” ou simplesmente de “O Mapa do Ano”.